Emissão de Titulo de Eleitor 2018

Titulo de Eleitor 2018 Emissão

Para aqueles que ainda não possuem o Titulo de Eleitor, saiba que você terá até o dia 4 de Maio de 2018 para resolver essa situação, sem ele você não poderá votar nas Eleições Presidenciais 2018.

Por ser um ano eleitoral o titulo de eleitor só poderá ser tirado até 151 dias antes das eleições.

titulo-de-eleitor

Consulta número do título do Eleitor

Você não precisará levar seu título de eleitor no dia da votação, mas deve saber o número do título. Isso pode ser conferido através do site do Tribunal Superior Eleitoral. Uma vez lá preencha corretamente com seu nome, a sua data de nascimento e o nome de sua mãe, insira os 5 (cinco) caracteres que serão mostrados na imagem.

Quando você consultar o número do seu Título de Eleitor vai aparecer outras informações também, tais como o local de votação, a zona e a sessão eleitoral.

Tirando a segunda Via do Título de Eleitor

Se você pretende tirar uma 2° via, sem alterar nenhuma parte do cadastro (sendo mudança de estado civil, endereço, nome etc), deve se dirigir a um cartório eleitoral levando consigo um documento de identificação original com foto, de preferencia leve sua RG.

O pedido deve ser feito no cartório eleitoral e deve ser retirado até 10 (dez) dias antes da eleição. Seu tempo limite para fazer o pedido é de 60 (sessenta) dias antecedentes à eleição.

Quais são os documentos necessários para emitir o Titulo de Eleitor 2018?                    

Como todo processo para tirar um documento você vai precisar de um comprovante de residência (sendo aceito conta de luz, água, telefone e gás), a sua carteira de identidade (seu RG) ou algum outro documento oficial com foto. É também pedido, caso for casado, sua certidão de casamento, caso não for basta levar consigo sua certidão de nascimento.

titulo-de-eleitor-emissao

Se você tiver carteira de trabalho e passaporte também é importante que leve.

Caso seja homem e tenha idade maior de 18 (dezoito) anos, leve consigo o comprovante de reservista do serviço militar.

Agendando o Título de Eleitor 2018 online

Mesmo que o pedido para emissão do Titulo de Eleitor 2018 seja feita de forma presencial, você também pode agendar seu atendimento através do site Título Net. Esse sistema foi criado pela Justiça Eleitoral com a intenção de agilizar o processo de emissão dos títulos de eleitor 2018. Pelo Poupatempo você também consegue fazer a emissão, porém você precisa fazer um Agendamento no Poupatempo.

Através desse portal você deve preencher com cuidado todos os dados pedidos, informando cada campo obrigatório com seu devido pedido, faça com calma, pois é um serviço delicado e cuidadoso, um dado errado e você dará erro no sistema e poderá não conseguir emitir o seu titulo de eleitor em 2018.

titulo-de-eleitor-2-via-poupatempo

Ao final do preenchimento aguarde o protocolo, ele sempre será gerado na conclusão da operação.

Então para que você possa receber o titulo de eleitor 2018 vá em uma unidade da Justiça Federal, seja ela um cartório, posto ou central de atendimento, com o protocolo que foi gerado e todos os seus documentos necessários na data agendada.

Saiba que você terá um prazo de até 5 (cinco) dias úteis para comparecimento, caso não for na data prevista o seu pedido será automaticamente anulado.

Também é importante informar que não é possível solicitar a 2° via do seu titulo de eleitor dessa forma.

Leia Mais

Emissão da CNH 2018 Digital

CNH 2018 Emissão

A Carteira Nacional de Habilitação passará por mudanças em 2018. Ela vai possuir sua versão virtual, ou seja, será uma Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica.

É previsto para começar a valer logo no primeiro semestre de 2018, e poderá ser acessada através de um aplicativo para smartphones e, provavelmente, estarão disponíveis para qualquer plataforma seja Android ou iOS. Isso não significa o fim da carta de habilitação no papel, apenas que você terá uma em aspecto digital contendo todas as suas informações também, então não se preocupe achando que em 2018 terá uma nova CNH , ou você terá duas, para aqueles que já possuem carros, você apenas vai ter uma opção entre escolher a versão de papel ou uma versão da mesma só que digitalizada em seu aparelho telefônico.

Lembrando que se você for de família de baixa renda e for tirar a primeira habilitação poderá se inscrever no programa CNH Social 2018.

cnh-digital

Como faço para tirar a CNH Digital 2018?

Sua CNH 2018 Digital poderá ser obtida através de lojas oficiais da Apple e do GooglePlay no próximo mês de fevereiro.

Assim que você tiver feito o download do aplicativo, você poderá escolher entre usar um certificado digital, fazendo o processo pela internet, ou vá a um órgão do Detran para fazer seu cadastro.

Também será necessário possuir um cadastro no Portal de Serviços do Detran, caso você ainda não tenha, o faça com calma preenchendo a todos os campos corretamente. Após isso, você fará o login em seu aparelho em que usará a CNH 2018. Por ser sua primeira vez, o sistema irá criar um PIN (um código de segurança), que serve para a visualização dos documentos.

Essa CNH-e, ou CNH digital, só vai ser disponibilizada para todos que possuem a nova CNH, aquela CNH com o QR Code. Que já é uma chave especifica somente lida por aparelhos eletrônicos existentes nas últimas habilitações emitidas em maio.

cnh-emissao

Será cobrado alguma taxa na CNH-e 2018?

Segundo o pronunciamento feito pelo próprio Detran, possível cobrança de taxas é uma escolha do Detran Estadual. Ou seja, se vai ou não ser cobrado alguma taxa e o qual será o valor dela ficará a cargo dos Detrans de cada Estado.

Até então somente sabemos do Detran-SP, que disse eu não tem definição nenhuma para taxa do documento.

Mas e se eu quiser a CNH impressa?

Como já afirmado a cima, a CNH-e que sairá em 2018 será uma opção, então aquele que quiser manter com a forma impressa vai poder, ela vai ser emitida normalmente nos padrões atuais.

É necessário ter o certificado digital?

Ele não é exigido, segundo o Detran. Esse CNH que sairá em 2018 é o documento digital o mesmo peso do documento físico, e vai possibilitar realizar suas ações através internet, permitindo assim que seja emitida a CNH digital de onde você estiver.

Ou, se preferir, vá ao Detran mais perto de você.

A habilitação digital será paga e somente poderá ser emitida em instituições oficiais, no caso são os postos do Correios e/ou a Serasa. Nos dois casos será oferecido o pacote de um ano, sendo que nos correios vai ter um pacote de 36 meses.

cnh-digital-emissao-consulta

Tem segurança? E se meu celular for roubado?

Segundo o Ministério das Cidades, há sim um conjunto de padrões técnicos para suportar um sistema criptográfico assegurando a validade do documento.

Sua CNH digital será comprovada graças a assinatura que vem junto do certificado digital de seu emissor (no caso do Detran), sendo que poderá ser realizada uma descodificação do QRCode. Não pense que para ter acesso ao CHN 2018 você terá que possuir um acesso a internet, pelo que foi divulgado o documento poderá ser visualizado mesmo quando não tiver com internet disponível.

Mas sempre será necessária uma senha de 4 dígitos para abrir o CNH digital.

Se seu smartphone for roubado, com a CNH digital já instalada, você deverá bloquear o documento. Se você estiver com o certificado digital, você poderá entrar no Portal de serviços do Detran e assim solicitar o bloqueio remotamente. Caso contrário, você vai ter que ir pessoalmente até um posto do Detran para fazer o bloqueio.

Leia Mais

Imposto de Renda 2018 Declaração Restituição

IR 2018 – Declaração e Restituição

Você nunca declarou imposto de renda? Tem dúvidas que se deve obrigatoriamente fazer a declaração do imposto de renda? Saiba quem PE obrigado a declarar e algumas outras curiosidades.

Saiba também que mesmo não sendo obrigatório para alguns a declaração, mesmo assim o fizer, tem algumas vantagens.

imposto-de-renda

Quem deve fazer a Declaração do Imposto de Renda 2018

Primeiramente, quem tem obrigatoriedade de declarar o imposto de renda 2018, deve ter recebido no ano anterior da declaração rendimentos tributável que somados são de mais de R$ 28.559,70.  Entre estes rendimentos estão, aluguéis, pensões e benefícios entre outros; possuía até 31 de dezembro do ano anterior imóveis, veículos e outros bens acima de R$ 300 mil; teve ganhado de capital e venda de imóveis, veículos e outros bens que são sujeitos o imposto de renda; obteve, em qualquer mês ganho de capital na alienação de bens ou direitos ou realizou operações na bolsa de valores, de mercadorias, de futuros ou/e assemelhadas; as atividades relacionadas à atividade rural e obteve rendimento com esta atividade superior a R$ 142.798,50; obteve isenção do Imposto de renda sobre ganho de capital obtido ma venda de imóvel residencial ao usar este dinheiro integralmente na compra de outro imóvel no Brasil, no prazo de 180 dias contado da data de celebração do contrato de venda; recebeu valores acima de R$ 40 mil em rendimentos isentos (como juros de poupança e FGTS), rendimentos não tributáveis (como indenizações ou outros tipos) ou que são tributáveis na fonte (como é o caso do 13° salário); passou a ser, orador do Brasil em qualquer mês e preencha as demais condições de declarante de imposto de renda e se encontrava no Brasil em 31 de dezembro do ano anterior.

imposto-de-renda-declaracao

Prazo IR 2018

O prazo de entrega para o imposto de renda 2018 será até o último dia útil de abril e quem enviou as declarações dentro deste prazo e sem erros, omissões ou inconsistência, tem a vantagem de receber mais cedo sua restituição. No caso de idosos, portadores de deficiência física, doença grave ou deficiência mental terão prioridade nas restituições (se tiverem direito).

Imposto de Renda 2018 Restituição

Os lotes das restituições do Imposto de Renda 2018 passaram a ser pagas a partir do mês de junho e seguem o pagamento até dezembro para quem não teve sua declaração retida na malha fina. No caso de quem não fez a declaração de imposto de renda deverá pagar uma multa de no mínimo R$ 165,74 ou 20% do imposto devido, sendo este o valor máximo.

imposto-de-renda-restituicao

Mas, mesmo não sendo obrigado a pagar o imposto de renda tem algumas vantagens de quem faz a declaração nesta condição. A principal vantagem PE a restituição do valor, ainda mais se estiver desempregado e apesar de ter atingido o limite de renda pode ser sido restituído. Outra vantagem é que ao informar sua renda, embora não passível ao IR esta pode ser solicitada no caso de empréstimos, vista consular entre outros. Há ainda algumas novidades na declaração do imposto de renda este ano, como ser obrigatório informar o CPF dos dependentes de 12 anos ou mais. Até o ano anterior, esta obrigação era apenas para os dependentes a partir de 14 anos. E você fez sua declaração de imposto de renda direito?

Leia Mais

Bolsa Família 2018 Consulta

Consulta Bolsa Família 2018

Existem muitos programas sociais criados pelo Governo Federal, um deles é o Bolsa Família, instituído no Governo Lula pela medida provisória 132, de 20 de outubro de 2003, que desde sua criação vem auxiliando muito na vida dos brasileiros. O Bolsa Família tem como principal objetivo ser um programa que oferece uma ajuda financeira para parte da população que sofre de pobreza e realmente precisa do programa para se manterem, mesmo que o valor seja baixo, já salva o dia de muitas pessoas.

bolsa-familia-consulta

O Bolsa família 2018 disponibiliza uma renda mensal visa conceder a estas famílias que tem direito ao programa o básico para a sobrevivência, como alimentação, saúde, educação, etc.

Quem tem direito ao Bolsa Família 2018

Como o Bolsa Família é um programa que visa acabar com a pobreza extrema, para ser um beneficiário do programa é necessário que se atenda a alguns pré-requisitos. A partir disso, as famílias que têm direito aos benefícios oferecidos pelo Bolsa Família são aquelas em estado de extrema pobreza que possuem renda per capita menor que R$ 85,00 ou aquelas em estado de pobreza, que possuem renda per capita de R$ 85,01 a R$ 170,00. Gestantes e Famílias que possuem crianças e/ou adolescentes com idade até 17 anos que frequentam escola regularmente também tem direito aos benefícios do Bolsa Família.

bolsa-familia

Porém, as famílias que possuem renda entre R$ 85,01 e R$ 170,00 só são podem ser aceitas no programa se tiverem em sua composição familiar crianças e/ou adolescentes de no máximo 17 anos que frequentem a escola regularmente. Mas as famílias que tem renda mensal por pessoa de até R$ 85,00 podem participar do programa, independentemente da idade de seus membros.

O programa é feito exclusivamente para essas famílias, que são consideradas incapazes de se manterem apenas com o valor ganho por mês.

Valor do Bolsa Família 2018

O valor do Bolsa Família em parcelas mensais varia de R$ 39,00 a R$ 372,00 dependendo do número de gestantes e de crianças e/ou adolescentes na composição familiar. A renda da família é calculada a partir da soma de quanto cada membro da família ganhou no mês, podendo ser salário ou aposentadoria. O valor total da soma é então dividido pelo número de pessoas que residem na casa, o que resulta na renda per capita.

Consulta do Calendário Bolsa Família 2018

As datas de pagamentos dos valores do benefício são definidos no Calendário Bolsa Família 2018, a família receberá de acordo com o número do cartão do programa, que é o mesmo número de matricula do Cadastro Único. As pessoas que tiverem o cartão cujo o último número é o número 1, serão as primeiras a receberem o benefício, as que tiverem o número 2, serão as segundas a receberem, a assim por diante, sendo o número 0 o número responsável pelas últimas pessoas a receberem.

calendario-bolsa-familia

Os pagamentos são iniciados no dia 10 de todo mês, e se finalizam no último dia do mês, exceto no mês de dezembro, onde o pagamento é adiantado, e seus beneficiários recebem o pagamento antes do dia 25.

Leia Mais